Fim dos pontos pré-fixados dos táxis em Curitiba apto ao plenário

A reunião foi presidida por Serginho do Posto (PSDB)

Com o aval obtido da Comissão de Urbanismo, Obras públicas e TI, já pode ser levado à votação no plenário da Câmara Municipal de Curitiba (CMC) o projeto de lei que classifica todos os pontos de táxi da capital como de uso livre. A proposta (005.00068.2019), de Jairo Marcelino (PSD), foi debatida em reunião presidida por Serginho do Posto (PSDB), com a presença dos vereadores Paulo Rink (PL), Fabiane Rosa (DC), Pier Petruzziello (PTB) e Toninho da Farmácia (PDT).

O parecer favorável foi elaborado por Rink, que acatou a alteração do artigo 3º da lei municipal 13.957/2012. Hoje o inciso V, que trata da descrição do “ponto” de táxi, diz que ele é um “local pré-fixado, sinalizado e oficializado pela Urbs, para o estacionamento de veículos táxi”. Pelo novo texto, o ponto será “local pré-fixado, sinalizado e oficializado pela Urbs, exclusivamente em ponto livre para o estacionamento de veículos táxi”.  A mudança é uma reivindicação dos profissionais.

Por: José Lazaro Jr.

Edição Impressa

Videos