Governo ajuda 114 famílias de Paranavaí a comprar apartamentos em novo residencial

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp
Governador Carlos Massa Ratinho Junior entrega moradias para 160 famílias em Paranavaí - Paranavaí,
Governador Carlos Massa Ratinho Junior entrega moradias para 160 famílias em Paranavaí - Paranavaí,

O governador Carlos Massa Ratinho Junior inaugurou o Residencial Terra de Santa Cruz, conjunto com 160 apartamentos em Paranavaí, na região Noroeste do Paraná. O projeto contou com a participação do Governo do Estado, que realizou o repasse de R$ 1,7 milhão em subsídios a 114 famílias que residirão nas novas moradias.

O aporte, de R$ 15 mil por imóvel, foi utilizado para abatimento do valor de entrada dos financiamentos a serem pagos pelas famílias beneficiadas à Caixa Econômica. O montante permitiu uma redução expressiva no valor inicialmente pago, que é um dos principais fatores que travam a aquisição de uma casa própria pela população.

A concessão de subsídios estaduais em imóveis financiados pelo governo federal é uma iniciativa criada pela gestão estadual no âmbito do programa Casa Fácil, com o objetivo de reduzir o déficit habitacional do Paraná. “Este é o maior programa habitacional do Brasil, que criamos para realizar o sonho da casa própria das famílias paranaenses”, disse Ratinho Junior.

“Os empreendimentos estão sendo construídos em diversas cidades paranaenses, com 30 mil famílias beneficiadas pelo subsídio de entrada. O Governo do Estado está investindo meio bilhão de reais para que as pessoas tenham a oportunidade de começar uma vida nova em seu próprio lar”, afirmou o governador. “Paranavaí, que é um polo do Noroeste e uma das cidades que mais crescem no Estado, também recebe as moradias”.

Além do valor de entrada, os compradores também recebem descontos do programa Casa Verde e Amarela, que variam conforme a renda familiar. Isso reduz ainda mais o custo do financiamento, a ser quitado em até 360 meses.

“Este é o primeiro empreendimento que o Governo entrega oficialmente às famílias que foram beneficiadas pelo valor de entrada do Casa Fácil”, afirmou o presidente da Cohapar, Jorge Lange. “O programa tem alavancado o ramo da construção civil, gerado empregos por todo o Estado e também realiza o sonho da moradia”.

O recurso foi concedido a famílias com renda mensal de até três salários mínimos e que não possuíam casa própria, mediante análise de crédito da Caixa e avaliação da Cohapar a partir da base de pessoas inscritas no cadastro de pretendentes da companhia. Todo o processo, desde a etapa de adesão dos interessados à aprovação do financiamento pelo banco, ocorreu de forma digital.

Os apartamentos do Terra de Santa Cruz possuem planta padrão de 45,73 metros quadrados com dois dormitórios, sacada e vaga de garagem individual. Eles estão divididos em torres de quatro andares, além de áreas de uso comum equipadas com piscina, salão de festas, quadra poliesportiva e playground.

O prefeito Caíque Rossato explicou que o condomínio foi construído em uma área nobre da cidade, no Jardim Oásis, próximo a vários serviços públicos e do futuro Centro Cívico de Paranavaí.

“Moradias populares são muitas vezes construídas em locais afastados, tanto do trabalho da pessoa como de estruturas de equipamentos públicos. Aqui foi justamente o contrário, é um bairro consolidado e que está em franco crescimento”, disse. “A falta de moradia é um grande problema das cidades, e esse programa do Governo do Estado vem para solucionar essa questão”.

Entre os novos moradores está a salgadeira Neusa dos Santos, de 56 anos, que vai dividir o apartamento com o filho Danilo, de 21 anos. “Estou muito feliz por poder comprar a minha casa depois de morar a vida inteira de aluguel. Recebi o subsídio de R$ 15 mil, que foi uma glória na minha vida, porque nunca tive uma casa própria”, afirmou. “É uma casa dos sonhos mesmo, aconchegante. A gente chega em uma idade em que quer sossego e uma vida mais saudável, o que vai ser possível aqui”.

A auxiliar de cartório Beatriz Rossato, de 21 anos, viu a oportunidade de começar a vida adulta com seu próprio apartamento. “Faz um tempo que junto dinheiro para isso e hoje estou conseguindo realizar esse sonho de morar em um local com essa estrutura. O subsídio do Governo do Estado foi o grande diferencial para essa conquista”, afirmou.

Edição Impressa

Videos