Governo entrega 83 novos veículos para fortalecer ações da Saúde da Família na região de Maringá

O Governo do Estado formalizou a entrega de 83 automóveis para o fortalecimento da Estratégia da Saúde da Família (ESF) nos 30 municípios de abrangência da 15ª Regional de Saúde de Maringá. As chaves foram entregues às prefeituras pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior em evento realizado em frente à Catedral de Maringá, que também contou com anúncio de recursos para a habitação popular.

“É a maior compra que o Governo já fez na história da Saúde para atender a Atenção Básica do Paraná, dentro da nossa proposta de regionalização para o serviço das pessoas”, disse o governador. “Estes carros possibilitarão que o atendimento entre dentro da casa das pessoas, ajudando as prefeituras e as equipes municipais na continuidade deste projeto”.

Saúde inicia segunda etapa do programa que vai ampliar a regionalização

Cada carro foi adquirido pelo valor aproximado de R$ 34,5 mil, somando um investimento de mais de R$ 2,8 milhões somente nesta região. Esta é a terceira entrega do pacote total de 1.211 carros adquiridos com recurso do Tesouro do Estado para a maior renovação da frota da Saúde já realizada, em um investimento de mais de R$ 41,7 milhões.

O secretário estadual da Saúde, Beto Preto, explicou como estes veículos reforçarão o atendimento dentro da estratégia da atenção primária. “Os automóveis garantem maior mobilidade para as equipes, que poderão ir até a casa dos paranaenses para realizarem consultas, curativos e análise da situação de pacientes sequelados pela Covid-19”, disse.

“A intenção do Governo do Estado é fazer, em média, 100 mil consultas domiciliares por mês, além de reforçar a política de atenção ao idoso. Esta é a intenção do governador Ratinho Junior, atender as pessoas com carinho, respeito e mais próximo de suas casas”, reforçou.

O prefeito de Maringá, Ulisses Maia, falou em nome dos 30 municípios. “Esta é uma parceria muito importante, porque estes veículos serão usados para reforçar o trabalho das unidades de Saúde, realizando um trabalho de prevenção, evitando muitas vezes o agravamento de doenças que podem ser controladas com o atendimento mais humanizado e próximo dos pacientes”, afirmou.

Foto: Gilson Abreu / AEN

Edição Impressa

Videos