Maio Amarelo adverte os perigos no trânsito

Maio Amarelo deste ano promoveu ações nos meios digitais.

Profissionais que prestam serviços essenciais, como os taxistas, foram o foco da campanha neste ano

Em maio o mundo se ilumina de amarelo para chamar a atenção da sociedade para a violência do trânsito. Com o tema “Perceba o risco. Proteja a vida”, o Maio Amarelo deste ano focou em ações nos meios digitais.

A principal característica do movimento Maio Amarelo é a mobilização da sociedade com ações nas ruas, praças, escolas e rodovias de todo o país. Porém, com o intuito de atender as orientações do Ministério da Saúde referentes à pandemia do coronavírus, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) decidiu focar no Maio Amarelo Digital, deixando as ações presenciais para setembro de 2020.

A campanha Maio Amarelo deste ano está sendo voltada para os profissionais que prestam serviços essenciais ao país, como taxistas, caminhoneiros, motoristas de aplicativo, motociclistas e ciclistas entregadores, além de profissionais de saúde. De acordo com o Ministério da Infraestrutura, a campanha disponibilizou informações e orientações que auxiliam na proteção de quem precisa estar diariamente nas ruas para garantir a saúde e segurança da população e o abastecimento do país durante o enfrentamento ao coronavírus.

Foco da campanha

Em sua 7ª edição, a campanha do Maio Amarelo é focada na conscientização para redução de acidentes de trânsito e visa chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortos e feridos.

De 11 de março a 26 de abril, a PRF registrou uma redução de 26% no número de acidentes em todo o Brasil, se comparado ao mesmo período de 2019. Os registros caíram de 8.251 para 6.070. Os acidentes graves caíram de 2.084 no ano passado para 1.659 nesse período de pandemia, uma redução de 20%. O órgão registrou também uma queda de 29% no número de feridos, que passou de 9.435 para 6.708. Isso significa dizer que são 2.727 pessoas feridas a menos, que poderiam necessitar de atendimento hospitalar, e 2.727 leitos a mais para quem precisa ser tratado da covid-19.

Apesar da redução nas estatísticas, a Polícia Rodoviária Federal reforça a importância da obediência às leis de trânsito já que de 11 de março a 26 de abril, foram registrados 552 óbitos nas estradas federais brasileiras. O número é apenas 3% a menos do que o registrado em 2019.

Redes sociais

A campanha está sendo realizada por meio das redes sociais do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e das instituições parceiras, como Ministério da Cidadania (Senapred), Ministério da Saúde (DASNT/SVS), DNIT, ANTT, PRF, Associação dos Detrans (AND), Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS/OMS), Sest/Senat e Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), entre outras.

Além disso, durante todo o mês de maio, a Esplanada dos Ministérios e diversos órgãos públicos estão iluminados na cor amarela, representando a atenção na sinalização de advertência no trânsito.

Maio Amarelo Kids

Também foi lançado um aplicativo chamado de Maio Amarelo Kids, que visa auxiliar criança na educação de trânsito. O jogo está disponível gratuitamente nas lojas da App Store e Google Play para crianças de 7 a 14 anos.

Edição Impressa

Videos