Novas corridas por um velho propósito

Na corrida do aniversário do Coritiba Jorge ficou em 3 lugar na competição.

O taxista Jorginho continua se dedicando às corridas de rua, uma paixão que nasceu ao cuidar mais de sua saúde

Jorge da Silva tem percorrido as ruas de Curitiba como taxista há cerca de 45 anos, mas há 10 anos atrás o táxi passou a dividir espaço em seu coração com as corridas. Neste período foram acumuladas 230 medalhas de provas oficias, mas Jorginho (como é conhecido) correu em muitas outras maratonas sem ter feito inscrição.

Jorge conquistou o quarto lugar da Etapa Volvo do Circuito de Corridas Rústicas das Indústrias.
Jorge conquistou o quarto lugar da Etapa Volvo do Circuito de Corridas Rústicas das Indústrias.

Tudo começou quando Jorge passou dos 40 anos e sentiu que sua saúde precisava de mais cuidados. Primeiro ele começou a caminhar e manteve a atividade por muito tempo. Quando estava com 55 anos, começou a treinar em academia. Na época, seu filho, Anderson, estudava Educação Física e passou a orientar os seus treinos. Cinco anos depois veio as primeiras corridas. “Eu não comecei nem levei adiante tudo isso sozinho. A família toda acabou se apaixonando pelas corridas de rua, minha esposa, meus filhos… Todo mundo corre também”, revela o taxista atleta.

Anderson, que atualmente é um dos sócios da Fórum Academia, continua orientando os treinos do pai e, para Jorge, isto é fundamental. “No final do ano passado, concluí os 15 km da São Silvestre tranquilamente, curtindo a maratona, porque estava bem orientado e já tinha treinado bastante para isso”, exemplifica.

Outro apoio importante para Jorginho tem vindo da cooperativa, da qual ele é associado. A associação paga as taxas de inscrição para todas as corridas que Jorge participa, como forma de incentivar a prática de esportes e uma vida mais saudável. Só neste mês, Jorge conquistou o quarto lugar da Etapa Volvo do Circuito de Corridas Rústicas das Indústrias 2019 e o terceiro lugar na Corrida do Coritiba F. C.

Edição Impressa

Videos