Prefeito vistoria obras no Rio Bacacheri e na Linha Verde

Prefeito de Curitiba Rafael Greca e o Secretário de Obras Rodrigo Rodrigues vistoriaram as obras em andamento no Rio Bacacheri e na porção norte da Linha Verde, no Atuba.

Seguindo todos os protocolos de cuidado para barrar o avanço do novo coronavírus, o prefeito Rafael Greca vistoriou obras em andamento no Rio Bacacheri e na porção norte da Linha Verde, no Atuba. O prefeito foi acompanhado pelo secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues, usou máscara e álcool em gel para manter as mãos limpas.

O Rio Bacacheri está passando por intervenção em dois pontos do seu leito. Um deles é no trecho de 125 metros entre as ruas João Gbur e Canadá, no Boa Vista, e o outro é no interior do Parque Bacacheri.

O trabalho tem o objetivo de proteger o talude de possíveis erosões e, ainda, conter a vazão do rio e minimizar seu potencial destrutivo.

“Estamos fazendo uma importante obra de contenção de cheias, que terá impacto em toda a bacia hidrográfica em que o Rio Bacacheri está inserido. As inundações que muito infelicitam os moradores da região do Boa Vista terão fim”, disse Greca.

O prefeito explicou que os muros de contenção que estão sendo construídos são em forma de gabião. “A muralha de contenção das cheias é feita com gabiões, que são como grandes gaiolas recheadas com pedras. Fico feliz não só pelo benefício que será gerado por esta obra, mas também pelos empregos que estão sendo mantidos pelo setor da nossa construção civil”, avaliou Greca.

Dentro do parque

No interior do Parque Bacacheri, os trabalhadores estão concluindo a detenção do rio com a implantação de duas estruturas de controle também em forma de gabião. Cada um dos dois muros tem cerca de 20 metros de comprimento, com 63 metros cúbicos de pedras envoltas por uma manta metálica.

As barreiras de pedra e manta metálica terão a finalidade de interromper o escoamento normal das águas do rio, diminuindo a velocidade da vazão e atenuando a capacidade de provocar estragos com inundações e alagamentos.

A previsão do Departamento de Pontes e Drenagem da Secretaria Municipal de Obras Públicas é que o trabalho no Rio Bacacheri esteja concluído até o final do mês de maio.

Linha Verde

Ao deixar a obra no Rio Bacacheri, o prefeito seguiu para o Atuba, onde começou uma nova etapa da construção da nova trincheira e dos novos viadutos que servirão para dar mais fluidez ao trânsito da porção norte da Linha Verde. Para a realização das obras foi necessário realizar um desvio do tráfego na marginal da rodovia, no sentido Atuba-Pinheirinho.

Cerca de 300 metros antes do cruzamento da Linha Verde com a Estrada da Ribeira, os motoristas estão tendo que entrar à direita na Estrada da Ribeira para, em seguida, realizarem o retorno à esquerda e voltarem para a Linha Verde ou para acessar a Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes e seguir caminho para o Boa Vista e Bacacheri. A previsão do Departamento de Pavimentação da Secretaria Municipal de Obras Públicas é de que o desvio permaneça no local durante dez meses.

O prefeito destacou o andamento das obras. “A cada dia, a Linha Verde fica mais perto de ser terminada. A construção da trincheira que dará melhor acesso à vizinha cidade de Colombo e ao Terminal Maracanã está a pleno vapor”, apontou Greca.

No lugar do antigo trevo do Atuba, 926 estacas estão sendo edificadas em concreto e ferragem para sustentar as novas estruturas viárias da Linha Verde. A trincheira e os viadutos fazem sumir a necessidade dos semáforos que hoje funcionam para organizar o tráfego na região.

Foto: Daniel Castellano / SMCS

Edição Impressa

Videos