Procura por táxis volta a crescer em Aracaju, aponta Sintax

Compartilhe:

A procura pelo serviço de táxi aumentou bastante no Mercado Municipal de Aracaju também.
A procura pelo serviço de táxi aumentou bastante no Mercado Municipal de Aracaju também.

Os cancelamentos de corridas por parte dos motoristas de transporte por aplicativo permanecem e estão cada vez mais constantes em Aracaju. Usuários não param de denunciar situações desse tipo.

Edivaldo da Conceição, 70 anos de idade e 40 anos de profissão, trabalha no ponto Atalaia.
Edivaldo da Conceição, 70 anos de idade e 40 anos de profissão, trabalha no ponto Atalaia.

Com o tempo de espera muito maior do que o proposto pela dinâmica dos aplicativos, e a “dor de cabeça” por ter tantas chamadas recusadas, muitos usuários estão desistindo e optando pelos táxis convencionais, aqueles onde o valor da corrida é calculado por bandeira tarifária, legalizada. De acordo com o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Táxis em Sergipe (Sintax), José Airton dos Santos, a demanda pelo serviço desses profissionais tem aumentado nos últimos meses.

“Por causa dessa queda no serviço dos motoristas por aplicativo, o taxista tem sido mais solicitado. E as pessoas estão constatando que o preço do táxi não é tão diferente, como dizem. Estamos tendo uma recuperação, sim. E as pessoas também procuram os táxis por questões de segurança, porque o taxista é um profissional qualificado. O transporte é seguro”, disse Airton.

No ponto de táxi localizado na Avenida Rotary, no bairro Atalaia, o taxista Edivaldo da Conceição aguardava o próximo passageiro por volta das 17h da tarde. Profissionalmente no volante há mais de 40 anos, ele confirma que atualmente a procura pelo serviço tem aumentado em Aracaju, e já escutou de passageiros a reclamação sobre os cancelamentos nos transportes por aplicativo.

“É, o pessoal está comentando que muitas vezes não consegue pedir um carro desses, por aplicativo, e assim estão preferindo pegar táxi. Às vezes não podem esperar, precisam do serviço logo. Está aumentando a procura. E com a reabertura do comércio em Aracaju, tudo voltando ao normal, também estamos tendo mais demanda”, relatou Edivaldo.

Crédito das fotos e matéria: Fernando Cruz

Edição Impressa

Videos