crise

Durante seus 45 anos de taxista, Jorge disse que nunca viu uma crise igual a essa.

Correndo contra a crise

Jorge afirma que este é o momento mais difícil que já vivenciou em seus 45 anos como taxista Depois de ficar dois meses sem trabalhar,

Edição Impressa

Videos